970×90

Sete vítimas fatais da violência doméstica em Massachusetts

Nos últimos anos uma série de crimes violentos têm abalado a comunidade brasileira no Estado de Massachusetts, todos eles cometidos  por homens que não se conformaram com o fim dos relacionamentos.

10712858_1379450705680248_16785638521184407_n
Elizete Benevides foi assassinada pelo ex-namorado em Peabody, MA, em janeiro de 2016. Reprodução Facebook

O caso mais recente aconteceu em Peabody, Massachusetts, no dia 26 de janeiro com o assassinato de Elizete Benevides, 52 anos cometido por Gelcino de Souza Oliveira. Elizete havia terminado o namoro com Gelcino em outubro de 2015. Inconformado, Gelcino pressionava a ex-namorada para reatar o relacionamento, e diante das sucessivas recusas, terminou por matá-la e tirar a própria vida em seguida.

A Caíque e Carla Souza, Silvia Rosa, Edinalva Ferreira da Silva, Patrícia Fróis e Sheila Carla Santos (fotomontagem da capa) se junta agora Elizete Benevides, que não mereceram os fins trágicos que tiveram, mas que pode servir de um basta para novos casos.

Tais fatos sempre chamam a atenção das autoridades americanas e de opositores da imigração que enxergam nas ocorrências um fator a mais para que imigrantes indocumentados sejam mandados embora de imediato. Relembre a seguir os casos que aconteceram na comunidade nos últimos anos e as respectivas condenações dos assassinos.

Carla e Caíque
No dia 11 de maio de 2006, Carla Souza então com 37 anos e seu filho Caique Souza de 11 anos foram assassinados a marteladas por Jeremias Bins, segundo marido de Carla a marteladas. Horas depois de ter cometido os crimes, Jeremias apresentou-se ao Departamento de Polícia de Framingham com o filho de casal e disse ter matado a mulher e o enteado por causa do ciúme que sentia por Carla dedicar-se excessivamente a religião mórmon da qual era devota. Jeremias Bins foi condenado à duas prisões perpétuas em novembro de 2008.

Captura de Tela 2016-02-01 às 3.17.16 PM
Vítimas da violência doméstica em Massachusetts. Fotomontagem: METROPOLITAN News

Silvia Rosa
No dia 25 de março de 2009 em Leominster, Silvia Rosa foi morta a facadas por Mizael Rosa, seu marido e ambos passavam por uma crise conjugal que se agravou depois que Silvia pediu a separação de Mizael que não aceitou. Mizael, era tido como um homem honesto, cumpridor das suas obrigações, sem vícios, com boa reputação, mas de comportamento introspectivo, calado, mas de temperamento explosivo, possessivo e ciumento, e até então não havia cometido qualquer tipo de violência doméstica contra Silvia. Durante algum tempo Silvia frequentou uma igreja evangélica na cidade mas nunca se aconselhou acerca dos seus problemas conjugais no seu casamento que durou 20 anos. Mizael foi a julgamento em 2012 e foi condenado a uma pena que varia entre 18-20 anos e poderá pedir liberdade condicional quando tiver cumprido entre 13-14 anos da sua pena. Mizael tem 52 anos.

Sheila Carla Santos
Na madrugada do dia 2 de outubro de 2009, a dançarina Sheila Carla Santos, 23 anos, foi assassinada na porta de entrada do edifício onde morava em Everett com 33 facadas. Antonio Marcos Ferreira dos Santos, 38 anos, ex-namorado de Sheila foi preso uma semana depois e acusado de assassinato em primeiro grau, depois de ter sido monitorado por GPS pela polícia. Sheila, havia namorado Antonio e nove meses antes do crime havia colocado um ponto final na relação. Contudo, Antonio que era amigo de uma das irmãs de Sheila, sempre ia no local de trabalho dela e insistia no reatamento e uma semana antes do crime ameaçou se suicidar, caso Sheila não voltasse para ele. Em março de 2012, Ferreira que atualmente tem 45 anos, foi condenado à prisão perpétua sem direito a liberdade condicional.

Edinalva Ferreira da Silva
No dia 21 de setembro de 2011, a polícia de Brighton descobriu o corpo da brasileira de 31 anos abandonado na casa onde morava com Paulo Sergio Vieira, com quem esteve casada por três anos. Edinalva estava sem dar notícias ou comparecer ao seu trabalho há cerca de 15 dias, depois que Paulo ter ligado para as colegas da mulher e dito que ela estava doente e que precisaria ficar afastada por um tempo. A autópsia realizada deu conta de que Edinalva foi morta por espancamento e Paulo Sergio que teria ido embora para o Brasil foi apontado pela investigação policial como o principal suspeito do crime. O casal enfrentava problemas no relacionamento conjugal e mesmo que seja considerado o culpado pelo assassinato da esposa, Paulo Sergio ficará impune, pois o Brasil não extradita cidadãos natos para cumprir penas em outros países.

Patrícia Fróis
Patrícia Fróis, 25 anos, foi assassinada no dia 26 de setembro de 2011, pelo seu ex-namorado Marcelo Almeida, 41 anos a facadas em Marshfield, MA. O casal estava separado há cerca de três meses e por mais que insistisse em reatar o relacionamento, Marcelo não teve sucesso. De acordo com uma amiga de Patrícia que não quis se identificar, ela foi ao Rodeio de Brockton no final de semana e lá teria ficado com um outro homem, o que provocou a fúria de Marcelo que a esfaqueou na entrada do prédio onde morava. O casal passava por problemas e Patrícia chegou a reclamar algumas vezes de ter sofrido violência por parte de Marcelo que estaria desempregado e o casal brigava constantemente. Em outubro de 2015, Marcelo Almeida foi condenado à prisão perpétua.

Onde buscar ajuda para coibir a violência doméstica
MAPS – Massachusetts Alliance of Portuguese Speakers
Cambridge
617.864-7600
Allston-Brighton
617.787-0557
Dorchester
617.825-5897
Framingham
508.872-2652
Lowell
978.970-1250

Domestic Violence Victim Assistance Program
Concord, MA
888.399-6111
www.dvvap.org

HAWC
Healing Abuse Working for Change
27 Congress Street, suíte 101
Salem
978.744-2299, ramal 17 – atendimento em português
Gloucester
5 Pleasant Street
978.283-8642
1.800-547-1649 – Hotline
Lynn
781.592-9900
www.hawcdv.org

Respond C
617.625-5996
Linha de crise 24 horas 617.623-5900
www.respondinc.org

Voices Against Violence
1.800-592-1125 – Hotline
508.626-8686
300 Howard Street
Framingham, MA
Atendimento em português

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Translate »