970×90

Série especial: cuidando da saúde mental

No mês de maio, o Consulado-Geral do Brasil em Boston, dedica-se à Campanha ‘Cuidando da Saúde Mental’, que visa prevenir e ajudar quem precisa de cuidados na área da saúde mental. Nesta primeira reportagem da série abordamos a questão da prevenção contra o suicídio.

Depressão, bi-polaridade, esquizofrenia, stress e outras doenças psicossomáticas que igualmente afetam milhões de indivíduos no mundo todo, são via de regra ignoradas e as pessoas por vezes demoram a buscar o tratamento adequado. Entrevistamos o psicólogo brasileiro Ricardo Bianco, que mantém consultório de atendimento inclusive para a comunidade brasileira sobre do assunto. Confira as suas respostas a seguir.

Por que ao seu ver há tantos casos de depressão que levam ao suicídio?
Dentre os diagnósticos referidos no escopo da saúde mental, a depressão profunda está entre os distúrbios mais difíceis de se tratar. Os seus sintomas (“mais leves”) incluem desde a irritabilidade, ansiedade, desânimo, fatiga, apatia, falta de motivação, até sintomas (“mais significativos”) como sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desamparo, desespero, pessimismo, e uma sensação desproporcional de uma falta de sentido na vida. As pessoas com depressão profunda não conseguem ver alternativas para a realidade convivida e tomam uma postura extremamente negativa e intransigente e, a partir desse momento, contemplam o suicídio como única alternativa para “sair” do sofrimento.

Como alguém que está deprimido pode ser tratado?
Muitas vezes, o medicamento anti-depressivo, resolve como a primeira linha de tratamento à depressão pois tais medicamentos têm por objetivo o reestabelecimento dos níveis neuro-químicos (tais como a serotonina e dopamine) que regulam impulsos nervosos responsáveis pelos níveis de humor do indivíduo. Para algumas pessoas, a medicação é suficiente, mas não para a maioria. Portanto, pessoas em tais condições, devem procurar ajuda através de tratamentos psicológicos, onde se utilizam várias técnicas para atender aos vários sintomas associados à depressão.

Há sintomas específicos que podem identificar alguém que tem depressão?
Como citamos na primeira pergunta, vários são os sintomas. Eu acrescentaria que, se você notar mudanças de humor e comportamento de alguém dentro do seu convívio, ou tal pessoa passa a se isolar mais, tais comportamentos podem ser indicação de um início de um estado depressivo.

Como podemos prevenir casos de suicídio?
Infelizmente, é muito difícil a prevenção plena do suicídio. No entanto, se houver indícios desta possibilidade, a busca de ajuda de um profissional é fundamental. O monitoramento sobre a pessoa contemplando o suicídio deve ser constante, e estar buscando sempre apoiar as pessoas que estão neste momento tão difícil de suas vidas. O apoio familiar e social é fundamental.

O apoio espiritual é válido nestes casos?
O apoio espiritual, seja qual for a sua crença, em minha opinião, também é fundamental para uma conexão além daquilo que vemos no plano material. Este apoio faz parte do conjunto das conexões sociais. Somente um restabelecimento integral do corpo, mente, e espírito pode trazer alívio pleno às pessoas sofrendo da depressão profunda.

Busque ajuda
Programa de Prevenção de Suicídio em Massachusetts
Se você ou alguém que você conhece está pensando em suicídio, ligue para um dos números de linhas diretas de crise de 24 horas. O objetivo do Programa de Prevenção de Suicídio em Massachusetts é reduzir o número de suicídios e tentativas de suicídio entre os residentes do Estado. Procura-se sensibilizar e tratar o suicídio como um problema de saúde pública. O programa oferece suporte para órgãos comunitários, educação e formação para profissionais e cuidadores, e financia programas que trabalham com jovens, veteranos e adultos mais velhos. Dados orientam o programa na identificação de populações e áreas geográficas do estado que precisam de ajuda. O Estado também apoia e incentiva as comunidades a colaborar em todas as disciplinas para prevenir o suicídio e tentativas de suicídio.

Telefones úteis
Samaritans Statewide Hotline
1.877-870-4673
National Suicide Prevention Lifetime
1.800-273-8255 – pressione #1 se for veterano de guerra
The Trevor Helpline
Especializados em lésbicas, homossexuais, bissexuais, transgêneros jovens e adultos
866-488-7386
Diretório de serviços de emergência estadual
Atendimento de crises comportamentais, serviços de intervenção e estabilização emocional 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano. Clique aqui para acessar o diretório.
Em caso de emergência ou perigo ligue 911.

Programa de Apoio à Saúde Mental e Bem-estar
Consulado-Geral do Brasil em Boston
contatosaude.boston@itamaraty.gov.br

Publicada originalmente no JornaldosSportsUSA.com. Imagem meramente ilustrativa

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Translate »