970×90

Problemas para dormir? Oito dicas para dormir melhor

Homem dormindo

Precisa dormir mais? Assim como comer e respirar, o sono é uma função básica na qual, às vezes, não prestamos atenção. No entanto, o corpo nos avisa quando não dormimos o suficiente, e alguns sinais são o sono, a fome e, às vezes, a irritação. Na verdade, a falta de sono pode alterar o funcionamento de todo o organismo. Dormir menos do necessário aumenta o risco de pegar um resfriado, ter dores de cabeça, enxaquecas e outras doenças.

O que a maioria de nós não percebe é como a falta de sono afeta o nosso estado emocional. Ela diminui a atenção, o que pode interferir com o desempenho no trabalho e na escola. Problemas para dormir, como insônia e apneia do sono, podem causar problemas de saúde mental. Isso acontece porque as partes do cérebro que controlam as emoções e as interações sociais descansam ao dormir. Ao impedir que corpo e cérebro descansem, o estado emocional se torna cada vez mais ativo e acabamos tendo menos controle das nossas emoções. Isso pode provocar ansiedade, nervosismo, irritabilidade e diminuir a capacidade de lidar com o estresse. Não dormir o suficiente pode até mesmo contribuir para sérios problemas de saúde mental, como depressão e esquizofrenia.

Enquanto o organismo de cada pessoa é diferente e requer quantidades diferentes de sono, é bom tentar dormir 8 horas por noite. No entanto, se uma noite você não dorme o suficiente, uma soneca de uns 20 minutos pode fazer maravilhas para a mente e o corpo.

A boa notícia é que você poder fazer muitas coisas para dormir melhor. Veja algumas dicas:
Atividade física
A atividade aeróbica diária, como uma caminhada rápida e andar de bicicleta, ajuda a adormecer mais rápido, passar mais tempo em sono profundo e acordar menos vezes durante a noite.
Mantenha um horário regular para dormir e acordar
Estabeleça um horário regular para dormir e acordar na mesma hora todos os dias.
Passe mais tempo ao ar livre durante as horas do dia
Longas horas em escritórios fechados sem luz natural podem afetar o estado de alerta durante o dia e cansar o cérebro. Além disso, as luzes fortes à noite – especialmente as da TV ou do computador – podem suprimir a produção de melatonina no corpo e fazer com que seja mais difícil adormecer.
Reduza o tempo em frente à tela antes de dormir
Para dormir melhor, não verifique seu e-mail e não assista TV antes de dormir. Pessoas que assistem televisão, usam o computador ou iPads antes de ir dormir, têm uma qualidade inferior de sono do que pessoas que desligam esses dispositivos pelo menos uma hora antes deitar, mesmo quando dormem o mesmo número de horas. Dispositivos emissores de luz estimulam o cérebro e afetam a forma natural do corpo adormecer.
Técnicas de relaxamento
Meditação, imaginação guiada (isto é, relaxamento e visualização mental para melhorar o humor e/ou estado físico), exercícios de respiração profunda e relaxamento muscular progressivo (ou seja, alongar e relaxar os músculos de forma alternada) pode neutralizar a ansiedade e a agitação.
Diminua a cafeína
A cafeína pode afetar o sono até dez a doze horas depois de consumida. Considere não consumir mais cafeína a partir do almoço, ou eliminá-la completamente.
Evite fazer refeições pesadas antes de dormir
Comer demais pode mantê-lo acordado. No entanto, alguns alimentos podem ajudar. O leite contém triptofano, que é uma substância que promove o sono. Outros alimentos que podem ajudar a promover o sono incluem atum, abóbora, alcachofra, abacate, amêndoas, ovos, pêssegos, nozes, damasco, aveia, aspargo, batata, trigo mourisco, e bananas.
Converse com seu médico
Se você já tentou todas ou a maioria dessas dicas e ainda continua dando voltas na cama sem poder dormir, seria uma boa ideia falar com o seu médico. Você pode ter um distúrbio do sono, como insônia e/ou apneia do sono. Quanto mais cedo descobrir qual é o problema, mais cedo poderá tentar solucioná-lo. Se suspeitar que tem alguma coisa errada com o seu sono, vá imediatamente ao médico.

Fonte: Department of Public Health Massachusetts 
Imagens meramente ilustrativas reprodução Facebook

About The Author

Related posts

Deixe um Comentário

Translate »