970×90

Polícia francesa mata terroristas procurados

Ação policial

As agências de notícias internacionais dão conta de que a polícia francesa matou a tiros os irmãos Cherif e Said Kouachi, suspeitos de terem matados 12 pessoas na redação da revista satírica Charlie Hebdo na quarta-feira.

Os Kouachi estavam entrincheirados numa gráfica na cidade de Dammartin-en-Goële, a 40 km de distância de Paris, onde fizeram um refém que foi libertado sem ferimentos.

Numa outra ação num supermercado judaico em Paris, onde o terrorista Amedy Coulibaly, que estava sendo procurado por ter assassinado a tiros uma agente policial na quinta-feira, em Montrouge, foi morto. Coulibaly havia feito cinco reféns, e ainda de acordo com a imprensa francesa pelos menos três reféns morreram na ação no estabelecimento.

Uma mulher identificada pela polícia francesa como Hayat Boumeddiene, que participava do sequestro no supermercado em Porte de Vincennes, teria fugido do local quando a forças especiais invadiram o estabelecimento. Cerca de 80 mil agentes participaram das buscas e das ações contra o terrorismo extremista.

Foto reprodução Facebook

About The Author

Related posts

Deixe um Comentário

Translate »