970×90

Polícia de Martha’s Vineyard prende brasileiro acusado de assassinato em MG

12227100_900679850027384_9067792488783304176_n
Reinaldo Braga Barbosa, o ‘Reizinho’, é acusado de assassinato em MG. Foto: Oak Bluffs Police Department

No dia 9 de novembro, a polícia de Oak Bluffs em Martha’s Vineyard prendeu o brasileiro Reinaldo Braga Barbosa, o ‘Reizinho’, 35 anos, foragido da justiça brasileira por assassinato. Barbosa, morava em Edgartown e teve problemas com a justiça americana por ter tentado matar sua ex-namorada e foi acusado de agressão com faca, estrangulamento, roubo armado, violência doméstica, violência sexual e violação de restrining order. Reinaldo foi condenado, cumpriu pena e estava em liberdade condicional.

“O Reinaldo era um cara quieto e muito gente sabia que ele era foragido do Brasil por assassinato, e que tem inclusive condenação pelo crime de morte que ele cometeu e fugiu para cá”, disse uma pessoa que conhece o brasileiro, mas que não quer ser identificado. “Outras pessoas aqui sabem disto, mas como tem parentes no Brasil ficam com medo de falar e acontecer alguma coisa com eles lá”, finalizou.

Reinaldo foi levado sob custódia nesta semana por agentes do ICE e por supostamente estar sendo procurado por homicídio no Brasil, segundo a polícia de Oak Bluffs.

Ainda de acordo com o Lieutenant Williamson, oficiais de polícia de Oak Bluffs ajudaram na captura do brasileiro e na segunda-feira, 16, ele foi preso por agentes do ICE que tinham um mandado federal, por causa dos crimes que havia cometido no passado aqui nos Estados Unidos. Oficiais da polícia Oak Bluffs, que ajudaram com o caso, disseram na quinta-feira, 19, que Reinaldo Braga Barbosa, 35, foi preso por agentes do ICE na segunda-feira, 16 de novembro em um mandado federal, por causa dos delitos cometidos no passado, nos Estados Unidos.

Em um comunicado distribuído pelo Departamento de Polícia de Oak Bluffs, há a informação de que Reinaldo Braga Barbosa é procurado por homicídio no Brasil, mas que o departamento não tinha qualquer informação adicional sobre as acusações, incluindo quando o suposto assassinato ocorreu. O Lieutenant Williamson afirmou ainda que Barbosa será extraditado tão logo ocorra a tramitação do seu caso e entregue para as autoridades brasileiras.

A polícia investigou o caso e recebeu informações na semana passada depois falar com pessoas da comunidade brasileira na ilha que Barbosa é procurado por assassinato, e contataram o escritório do ICE em Providence, Rhode Island para transmitir a informação.

Mais tarde, naquela semana, o escritório ICE disse que tinha obtido a informação da Polícia Federal através do consulado brasileiro e estavam à espera de confirmação sobre se de fato Reinaldo Braga Barbosa enfrenta uma acusação de assassinato.

Reinaldo Braga Barbosa
Reinaldo Braga Barbosa estava em liberdade condicional por ter agredido uma ex-namorada. Reprodução do Facebook

“O Reinaldo levava uma vida normal aqui, principalmente depois que foi preso por causa de um problema que teve com a ex-namorada. Ele cumpriu pena e estava em liberdade condicional e é de surpreender que ele não tivesse sido preso anteriormente pela Imigração e mandado embora. De algum modo a polícia daqui da Ilha ficou sabendo do crime no Brasil e a informação foi confirmada e ele foi detido. A Imigração esteve aqui para prende-lo e ninguém ficou sabendo.

Não acho que isto prejudique a comunidade brasileira que mora aqui, porque somos todos trabalhadores e não temos nada a ver com isto. Muita gente fala que há outros brasileiros que cometeram crimes lá no Brasil e vem para cá se esconder na comunidade. É uma pena”, afirmou um outro brasileiro que não quer também ser identificado por medo de represálias.

Outra versão
Carla Prescott, é amiga de Reinaldo Braga Barbosa e em contato com a reportagem, afirmou que a história é diferente da versão policial. “O Reinaldo estava morando aqui nos Estados Unidos há 15 anos e neste tempo pagou advogado que garantiu a ele que poderia voltar ao Brasil, inclusive a passagem dele já estava comprada, para as próximas semanas. A acusação de assassinato contra ele foi uma armação, e pelo que me disse foi em legitima defesa”, disse Carla. Já com relação ao caso envolvendo a ex-namorada de Reinaldo em Martha’s Vineyard, também foi uma armação, já que a mulher queria ganhar documento alegando violência doméstica, sendo que os roomates dele testemunharam em favor do Reinaldo”, finaliza Carla, que mora na região de Boston.

Fonte: JornaldosSportsUSA.com. Foto: Oak Bluffs Police Department

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Translate »