970×90

Pesquisa quer saber quais medicamentos do Brasil a comunidade faz uso

Pesquisa

As brasileiras Adriana Negrini e Renata Dalla-Costa, estão fazendo uma pesquisa online para saber quais são os tipos de medicamentos e fitoterápicos do Brasil que são consumidos pela população brasileira nos Estados Unidos, especialmente no Estado de Massachusetts. Adriana cursa o quarto ano de Medicina na University of Massachusetts Medical School e Renata cursa o terceiro ano de Medicina na University of Massachusetts Medical School. A reportagem do JS entrevistou-as sobre a pesquisa e quais são os objetivos. Confiram as suas respostas a seguir:

Qual é o objetivo da pesquisa?
A pesquisa é um projeto que desenvolvemos para a UMASS Medical School, com o intuito de entendermos melhor o uso de medicamentos do Brasil e produtos fitoterápicos pela população brasileira nos Estados Unidos. Por questões logísticas, decidimos focar na região de Massachusetts. Como parte da comunidade brasileira, sabemos que é comum o uso de remédios do Brasil aqui nos Estados Unidos, e que é também prática comum não informar os médicos sobre o uso destes medicamentos. O objetivo deste projeto é pesquisar a prevalência do uso destes produtos, ou seja, quantos brasileiros fazem uso destes remédios e suplementos, e quais são os mais usados. A partir destas informações faremos uma análise sobre estes produtos, para determinarmos a eficácia dos mesmos, efeitos colaterais e interações medicamentosas. A finalidade do estudo é trazer estas informações aos brasileiros e também aos médicos que atendem brasileiros em Massachusetts.
Por que pesquisar a auto-medicação com remédios brasileiros?
Queremos pesquisar os remédios trazidos do Brasil porque há menos informação sobre estes aqui. Parte do objetivo da pesquisa é trazer mais informação aos médicos que atendem brasileiros sobre os remédios que seus pacientes podem estar usando, com ênfase especial nos efeitos colaterais e interações medicamentosas. O maior conhecimento sobre este assunto auxiliará os médicos a perguntarem seus pacientes sobre os possível uso de certos remédios antes de receitar medicamentos com os quais possa haver interação. Outro fator que nos levou a focar nos produtos brasileiros é que em Massachusetts é impossível adquirir certos medicamentos sem receita médica, o que torna a automedicação com remédios americanos um pouco mais difícil. Incluímos os produtos fitoterápicos na nossa pesquisa pois sabemos que há grande uso destes também em nossa comunidade. Quanto aos produtos fitoterápicos, não nos limitamos aos produtos brasileiros. Qualquer chá, erva, comprimido, etc, considerado naturopata, ou “remédio natural”, deve ser incluído. A venda e qualidade destes produtos, tanto aqui quanto no Brasil, não é estritamente regulamentada. Os produtos naturopatas, frequentemente considerados seguros por serem naturais, também podem interagir com outros medicamentos e produzir efeitos indesejados. Sabemos que há produtos que tem eficácia estabelecida, e estudaremos este aspecto também.
A pesquisa será feita exclusivamente online?
A pesquisa será feita online, e também através de copias impressas que serão distribuídas em estabelecimentos brasileiros em Massachusetts para aqueles que desejarem preenchê-la assim. Não coletamos os nomes dos participantes e nenhuma informação que possa identificá-los. Como muitas pesquisas científicas, coletamos os seguintes dados demográficos: faixa etária, nível escolar, renda, estado civil. A pesquisa é 100% confidencial. Os dados fornecidos são sigilosos; não é possível identificar os participantes através das respostas fornecidas. Não haverá remuneração pela participação na pesquisa. Acreditamos que os que participarem estarão contribuindo para a melhoria da saúde da população brasileira e serão desta forma beneficiados. É importante lembrar a população que o preenchimento do formulário dura aproximadamente 5-10 minutos. Porém, é importante que preenche-lo até o final. Formulários parcialmente preenchidos não podem ser considerados na análise final dos dados.

Prestação de serviço
Adriana Negrini e Renata Dalla-Costa podem ser contratadas através do e-mail pesquisamedicinabr@gmail.com. O formulário da pesquisa pode ser acessado neste link: https://arcsapps.umassmed.edu/redcap/surveys/?s=rgHYeJBdbT ou pelo ou pelo Facebook.

Fonte: Jornal dos Sports USA. Imagem meramente ilustrativa.

About The Author

Related posts

Deixe um Comentário

Translate »