970×90

Os perigos dos motoristas distraídos

 

Jorge é um brasileiro que mora no Estado de Massachusetts há 12 anos. Veio estudar e se casou com uma colega de escola e ficou de vez nos Estados Unidos. Embora sua esposa seja americana, Jorge jamais esqueceu das suas raízes e pelo menos uma vez por semana vai a um restaurante brasileiro e faz questão de ensinar português para suas duas filhas. Há pouco mais de oito meses, Jorge sofreu um acidente grave provocado por um motorista que estava distraído com o telefone celular.

Sua rotina desde então tem sido a fisioterapia para tentar voltar o mais cedo possível à vida como ele afirma. “O acidente poderia ter tido graves consequências para a minha vida e da minha família. Imagina um caminhão carregado cujo motorista usava o telefone celular? Pois o que aconteceu comigo. O meu carro ficou totalmente destruído e não sobrou nada, e diante do que aconteceu é um milagre que eu não tenha morrido ou inutilizado. Hoje luto para retomar minhas atividades, e quando estou no trânsito tenho observado o quanto os motoristas estão distraídos ou alheios ao que acontece a sua volta de tão absortos que estão nos seus aparelhos. Outro dia fui na reabilitação e um carro ao lado do que eu estava, por umas duas milhas sem tirar o olho do telefone. Um absurdo e não sei o que vai precisar fazer para que as pessoas possam se conscientizar do perigo que correm ao dirigir e manusear o telefone”, diz Jorge.

Na sexta-feira, 8, as autoridades policiais do Estado de Massachusetts começaram uma operação em 140 cidades para coibir e multar os motoristas distraídos com telefones celulares. A operação que vai durar algumas semanas, têm o objetivo de diminuir os acidentes nas ruas, avenidas e estradas. A campanha que se chama ‘U Drive. U Text. U Pay’, visa coibir o que as autoridades chamam de motoristas distraídos e multá-los. A multa está estipulada em US$ 100.

O número de acidentes provocados por tais motoristas são assustadores e a tendência é que aumente cada vez mais, a menos que haja operações constantes e coercitivas.

A agência americana SR22 criou uma campanha sobre segurança no trânsito visando descobrir quantos motoristas dirigem distraídos e correm riscos sua integridade física e de outras pessoas. A SR22 instalou na rodovia interestadual I-95 na Flórida uma câmera com capacidade para filmar em detalhes o comportamento de motoristas que por ali transitavam. Em 20 minutos, cerca de 2.150 veículos foram contabilizados e cerca de 8% deles estavam distraídos.

Nos Estados Unidos, milhares de acidentes de trânsito foram causados por motoristas distraídos; 616 mil provocaram danos materiais; 294 mil deixaram feridos e 2.910 terminaram em mortes.

Em Massachusetts há uma lei que proíbe que motoristas digitem mensagens de texto ou naveguem na internet enquanto dirigem.

Texto: Jehozadak Pereira

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Translate »