970×90

Operação nacional do ICE prende 2059 criminosos condenados

Uma operação nacional de cinco dias tendo como alvo estrangeiros com condenações criminais procurados e sujeitos a remoção dos Estados Unidos rendeu a prisão de 2.059 pessoas. A operação foi liderada pelo US Immigration and Customs Enforcement (ICE) e o Enforcement and Removal Operations (ERO).

“Esta operação nacional levou à apreensão de mais de 2.000 criminosos estrangeiros condenados que representam um grande risco para a nossa segurança pública”, disse o vice-secretário de Segurança Interna Alejandro Mayorkas. “Hoje, as comunidades de todo o país estão mais seguras por causa do grande trabalho dos agentes do US Immigration and Customs Enforcement”.

A operação, batizada de “Cross Check”, começou no domingo, 1º de março e terminou quinta-feira, 5, mobilizando centenas de oficiais do ERO que participaram da ação que incidiu ameaças à segurança pública. Os detidos são de 94 países e tem uma grande variedade de condenações penais.

Os 2.059 indivíduos com condenações criminais anteriores que foram presos incluiu mais de 1.000 indivíduos que tiveram múltiplas condenações criminais, incluindo homicídio, pornografia infantil, roubo, seqüestro e estupro.

Do total de 2.059 criminosos presos, 58 eram conhecidos membros de gangues ou afiliadas, e 89 foram condenados por crimes sexuais.

A grande maioria das condenações foram por dirigir sob a influência de álcool ou drogas (DUI). O ICE considera este tipo de infratores, especialmente os reincidentes, uma ameaça significativa à segurança pública.

Além dos criminosos condenados, cinco dos detidos são fugitivos da imigração que tinham sido previamente ordenados deixar o país, mas não saíram. Além disso, 476 foram de pessoas que reentraram depois de ter sido removidos do país. Por causa de seus graves antecedentes criminais e registros de prisões anteriores, 163 dos detidos durante a ação foram denunciados pelos promotores federais com acusações que podem ser punidas com penas de até 20 anos em prisão.

As detenções incluem:

– Um cidadão jamaicano preso em Atlanta, Georgia, que foi condenado em 2014 por invasão de domicílio, furto, agressão com arma mortal contra um oficial de polícia.
– Um cidadão polonês detido em East Hartford, Connecticut, que foi condenado duas vezes por posse de cocaína e outras drogas, duas vezes por violação de liberdade condicional e resistência à prisão e uma vez por condução imprudente.
– Um cidadão finlandês preso em Naperville, Illinois, que foi condenado em 2014 por posse de pornografia infantil envolvendo uma vítima menor de 13 anos de idade.
– Um cidadão mexicano preso em Arvada, Colorado, que é membro de uma gangue de rua e foi condenado, em 2014, por posse de uma arma.

Os cidadãos estrangeiros detidos durante a operação que não estão sendo processados ​​criminalmente serão processados administrativamente para a remoção dos Estados Unidos. Aqueles que têm cartas de deportação, ou que retornaram para os Estados Unidos ilegalmente depois de ter sido deportados, estão sujeitos a remoção imediata do país. Os demais indivíduos estão sob custódia do ICE e serão levados perante um juiz de imigração.

O ICE começou a conduzir operações de escala nacional para a captura de estrangeiros criminosos e com prioridade de captura em maio de 2011. Desde então, cinco operações nacionais resultaram na prisão de mais de 12.440 criminosos condenados, bem como 774 outros indivíduos prioritários para um total de 13.214 detenções.

Esta operação é a sexta em nível nacional na história da agência. A primeira operação nacional ocorreu no final de maio de 2011 e resultou na prisão de 2.442 criminosos condenados. A última operação em agosto 2013 resultou na prisão de 1.517 criminosos condenados, bem como 143 outros indivíduos prioritários para um total de 1.660 prisões.

No ano fiscal de 2014, o ERO removeu 315.943 indivíduos dos Estados Unidos, e são prioridade os que são considerados ameaças à segurança nacional, aqueles que tentam entrar ilegalmente os EUA, membros de gangues, criminosos, e os indivíduos condenados por crimes, incluindo violência doméstica, abuso sexual, distribuição de medicamentos ou condução sob a influência de álcool e drogas.

Foto da capa: ICE

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Translate »