970×90

Medo de passar fome aumenta no Brasil

Cresceu o número de domicílios no Brasil onde existe preocupação ou incerteza quanto à aquisição e consumo de alimentos. Esse é o resultado de uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta quinta-feira (18).

A ameaça da fome no país em 2013 foi mais frequente entre a população mais jovem; não branca e que vive na zona rural. Em torno de 52,05 milhões de pessoas passavam por algum tipo de insegurança alimentar, dos quais 7,2 milhões eram do tipo mais grave.

As maiores parcelas no total da população que sofriam com insegurança alimentar grave, ou seja, com risco de falta de recursos para comprar comida e ameaçados pela fome, foram encontradas entre crianças de 0 a 4 anos (4,8% do total desse período etário) e criança e adolescentes de 5 a 17 anos (5%). Essas duas faixas etárias representavam em torno de 2,73 milhões de pessoas, em números absolutos.

A insegurança alimentar grave respondia por parcelas menores em outras faixas etárias da população, com 3,2% da população entre 18 a 49 anos; 3,2% dos que tinham entre 50 a 64 anos; e 2,4% do total de pessoas com idade acima de 65 anos.

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Translate »