970×90

Fugitivos brasileiros são deportados e entregues para a Polícia Federal

Adilson Pires Ribeiro
Adilson Pires Ribeiro foi condenado por fraude bancária. Foto: ICE.gov

Adilson Pires Ribeiro e Wagner Gregorio de Souza, dois fugitivos da justiça brasileira foram transferidos para a custódia da Polícia Federal brasileira, no dia 17 de junho. Ribeiro, 48 anos e Souza eram procurados por crimes cometidos no Brasil e haviam sido presos e estavam sob custódia de oficiais do US Immigration and Customs Enforcement (ICE) Enforcement e do Enforcement and Removal Operations (ERO) em Boston.

Adilson Pires Ribeiro, é procurado pelas autoridades brasileiras por ter sido condenado por fraudar a Caixa Econômica Federal.

De acordo com relatos policiais de 1997 a 2001, quando trabalhava no banco, Ribeiro roubou dinheiro de correntistas do banco e depositou os valores em uma conta aberta de forma fraudulenta por ele.

Em 2013, Ribeiro foi condenado à revelia a quatro anos e oito meses de prisão, fugindo do Brasil antes de cumprir sua sentença.

Ele foi preso em janeiro de 2015 em uma operação conjunta entre o ERO de Providence, Rhode Island, e o Homeland Security Investigations (HSI) Boston, em conjunto com as autoridades federais brasileiras.

Wagner Gregório de Souza
Wagner Gregório de Souza foi condenado por porte ilegal de arma. Foto: ICE.gov

Em um caso separado, de acordo com registros oficiais, Wagner Gregorio de Souza foi condenado e sentenciado em 2007, a uma pena de três anos de prisão por porte ilegal de arma de fogo no Brasil, tendo fugido para os EUA antes de cumprir sua sentença e foi preso pelo ICE e ERO em abril de 2015, em Boston.

“Fugitivos estrangeiros que pensam que podem usar New England como esconderijo estão errados. Pode nos levar semanas, meses ou anos, mas vamos rastrear àqueles que estão fugindo da justiça e tentando fazer dos Estados Unidos seu porto seguro”, disse Sean Gallagher, diretor do escritório do ERO em Boston.

Fonte e fotos: ICE.gov

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Translate »