970×90

França caça terroristas que mataram 12 pessoas em atentado

Atentado França 1

A França se mobiliza numa caçada sem precedentes a três homens que na manhã desta terça-feira, 7, atacaram a sede da revista Charlie Hebdo onde mataram dez jornalistas e dois oficiais de polícia. Os homens que estavam mascarados e armados com potentes fuzis AK-47, deixaram também cinco pessoas em estado grave. O atentado seria uma vingança contra a revista, de cunho satírico que retratou muitas vezes Maomé e o islamismo de forma caricata, o que teria ofendido e provocado a reação violenta.

De acordo com o jornal Le Monde, mais de 3 mil policiais e agentes participam da operação de busca, que conta com cães farejadores, helicópteros e serviços de inteligência. Os terroristas mascarados mataram Stéphane Charbonier, o Charb – editor e cartunista; Jean Cabut – Cabu; Georges Wolinski e Bernard Verlhac – Tignous, todos cartunistas e Bernard Maris, colaborador da revista.

O atentado aconteceu por volta das 11 horas da manhã locais e teve parte da ação filmado por testemunhas que estavam nos prédios vizinhos. Os atacantes gritaram em árabe ‘Alá é grande’ e falavam francês fluentemente e disseram ser da ‘Al Qaeda’, conforme depoimento da chargista Corinne Rey, a Coco, que presenciou o ataque.

Horas depois do atentado, o presidente François Hollande esteve no local e convocou uma reunião de emergência para discutir o assunto e organizar a caçada aos terroristas. Milhares de pessoas foram às ruas para manifestar solidariedade e protestar contra a ação violenta. Autoridades e chefes de estado do mundo todo enviaram mensagens de apoio à França e condenaram as mortes.

About The Author

Related posts

Deixe um Comentário

Translate »