970×90

Facebook cortará alcance de posts com chamadas enganosas

Facebook Debuts As Public Company With Initial Public Offering On NASDAQ Exchange

O Facebook definiu um novo alvo para seus cortes de alcance. A rede social anunciou nesta segunda-feira, 25, que tem planos de podar o desempenho de posts conhecidos como “clickbait” (iscas de cliques, em tradução literal), que costumam viralizar e ter muitos acessos por não deixar claro para o leitor qual é o conteúdo da página publicada na rede.

A medida é importante porque cada vez mais chamadas como “Você não vai acreditar o que este cão fez” começavam a povoar o feed de notícias dos usuários pelo fato de despertar naturalmente a curiosidade do leitor, gerando muitos acessos e compartilhamentos. No entanto, muitas vezes o artigo não corresponde às expectativas, criando uma experiência negativa e é isso que o Facebook começará a caçar.

O Facebook define o “clickbait” como um post feito por uma página com uma manchete que encoraja a pessoa a clicar para ver mais sem, no entanto, dar muitas informações sobre o que ela verá. A rede social diz que uma pesquisa diz que 80% dos usuários preferiam ter mais indicações sobre o que se trata o artigo antes de dar seu clique.

Para determinar se o artigo realmente é válido, o Facebook se baseará em dois fatores: o tempo que o usuário passa lendo de fato o artigo, indicando que o post realmente foi relevante, e a quantidade de cliques em comparação com as curtidas, comentários e compartilhamentos. A rede social entenderá que se a taxa de cliques é muito alta, mas as pessoas não curtem a postagem nem a compartilham, será um indicador de que o material não era de fato tão relevante. Estes posts deverão ter o alcance reduzido em pouco tempo.

Posts com links ou imagens?
O Facebook também anunciou que vai começar a privilegiar a ferramenta de compartilhamento de links em vez de postagens com uma imagem e um link. Não entendeu? As imagens abaixo devem explicar. A da esquerda utiliza uma imagem com um link na legenda, que também é o sistema que usamos na página do Facebook do Olhar Digital; a da direita utiliza um link colado. A segunda opção começará a ser privilegiada pela rede social.

Segundo o Facebook, o segundo tipo de post deixa mais claro o conteúdo do post, ajudando o usuário a decidir se ele quer clicar. Além disso, a área “clicável” maior ajuda os usuários do Facebook em celulares, que não precisam se esforçar para pressionar um link escondido na legenda. Redação Olhar Digital

About The Author

Related posts

Deixe um Comentário

Translate »