970×90

Campanha arrecada fundos para funeral de menino que se afogou em Pompano Beach

1380181_584363911626652_269229076_n

O menino Henrique Amorin, carinhosamente chamado de Rico, de apenas 3 anos, morreu afogado em uma piscina de uma casa localizada no endereço 2700 block of Southeast 11th St, em Pompano Beach, na tarde de domingo, 22 de março.

A tragédia ocorreu enquanto a família pescava no Intracoastal Waterway, atrás do quintal onde fica a piscina, que não é cercada. Henrique tinha sido visto pela última vez 30 minutos antes de ser encontrado ao fundo da piscina por um tio, por volta das 5:30pm.

Os pais do menino, Márcia Amorim, de Governador Valadares e Weder Dias, de Goiânia, moram em Pompano Beach e trabalham com mármore. Márcia tem mais dois filhos, Melissa, de 15 anos, e Steven, de 20.

De acordo com os pais de Henrique, a casa não é deles, mas sim de um cliente deles que vive na Carolina do Norte e que permite que a família utilize o local. Segundo informações, a casa é usada para festas e eventos familiares, e no momento do afogamento da criança havia cerca de 10 pessoas na residência.

Ao ser retirado da piscina, familiares tentaram reanimar Henrique ainda no local, mas sem sucesso. Ao ser levado ao Broward Health Imperial Point, em Fort Lauderdale, foi declarado morto.

O Broward Sheriff’s Office está investigando o caso, mas nenhuma acusação foi emitida até a noite de domingo. “Neste momento, parece ser um acidente muito trágico e infeliz”, disse Keyla Concepción, porta-voz do BSO.

Um dos tios da criança, Paulo Silva, tio-avô da criança, disse ao WSVN que espera que a tragédia sirva de exemplo. “Esperamos que as pessoas vejam isso e prestem mais atenção nas crianças, porque é questão de um minuto para que algo aconteça. Sempre pensamos que isso vai acontecer com outra pessoa e nunca com você, sua família, até que isso bata na sua porta”.

“Os pais estão muito abalados”, disse ao GAZETA Camylla Silvana, amiga de infânciade Weder.
Com informações são do “Sun Sentinel” e WSVN.

Campanha
Amigos criaram uma campanha no site GoFundMe para ajudar com os gastos do funeral de Henrique. Um texto da campanha diz que a mãe ficou com um “grito engasgado no peito e o pai, com um olhar vazio e sem esperança”.

A campanha tenta arrecadar US$ 6 mil e já havia conseguido quase US$ 1 mil até a tarde do dia 23.

Fonte: GazetaNews.com – Flórida

Foto: reprodução Facebook

About The Author

Related posts

Deixe um Comentário

Translate »