970×90

Boston recebe novos financiamentos para promover a saúde pública

Suporte para os moradores mais afetados pela obesidade, tabaco e doenças crônicas serão o foco

A Boston Public Health Commission anunciou na quarta-feira, 24, que foi contemplada com aproximadamente US$ 8,4 milhões em dois aportes do U.S. Department of Health and Human Services e do Centers for Disease Control and Prevention (CDC) para financiar uma variedade de doenças crônicas num inovador programa de prevenção de doenças na cidade.

O novo financiamento federal vai apoiar uma série de estratégias para reduzir o consumo de tabaco e da exposição, obesidade, doenças cardíacas, derrame e diabetes através da criação de acesso a ambientes e recursos que favoreçam escolhas saudáveis. Os aportes também irá prever um foco contínuo no alcance da igualdade de saúde para os residentes nas comunidades afro-descendentes de Boston.

“Quero felicitar a Comissão e os nossos parceiros por terem recebidos esses aportes que ajudarão a melhorar a saúde de todos os moradores de Boston. Estou muito grato que o governo federal reconheceu o trabalho inovador da BPHC e grupos comunitários de saúde para responder não só para os sintomas de problemas de saúde, mas também para enfrentar as causas profundas dos problemas de saúde pública em nossa cidade”, disse o prefeito de Boston, Martin J. Walsh.

O financiamento concedido inclui
● US$ 5,4 milhões ao longo de três anos para apoiar as parcerias para melhorar a saúde da comunidade, uma iniciativa municipal que irá promover a política voluntária e alterações dos sistemas pelas organizações para apoiar as escolhas saudáveis ​​em atividade física, nutrição e alojamento gratuito da usuários de tabaco.
● Quase US$ 3 milhões ao longo de três anos para financiar o Boston REACH: Partners in Health e Housing, uma iniciativa focada na melhoria da saúde dos residentes de Boston em habitações públicas e subsidiadas.

“Este novo financiamento vai permitir que a Comissão e os nossos parceiros ir além do enfoque no comportamento e educação individual. Ele nos permitirá fortalecer os sistemas, comunidades e organizações que podem ajudar a fazer a escolha saudável e mais fácil para os nossos residentes. Os financiamentos vão nos permitir continuar o importante trabalho de promover e proteger a saúde de todos os moradores, especialmente os que têm problemas de saúde por causa da pobreza, das desigualdades raciais e étnicas”, disse a Dra. Barbara Ferrer, diretora-executivo da Comissão.

Apesar de anos de trabalho e algum sucesso enfrentando as desigualdades de saúde, as diferenças de vários indicadores chave de saúde persistem entre grupos raciais e étnicos em Boston. As taxas de obesidade para afro-descendentes e adultos latinos são quase o dobro dos adultos residentes brancos da cidade. Além disso, os adultos afro-descendentes em Boston têm maiores taxas de pressão alta, e as taxas de diabetes em adultos afro-descendenets e latinos são o dobro das taxas entre os adultos brancos. As taxas de tabagismo entre os moradores de habitações públicas e subsidiadas em Boston são o dobro em relação aos dos outros moradores da cidade.

Sobre o Partnerships to Improve Community Health (PICH)
O Boston PICH terá uma abordagem municipal para a criação de ambientes mais saudáveis. A parceria com a Boston Alliance for Community Health, agências da cidade, e outros parceiros irão trabalhar na expansão do acesso a alimentos saudáveis ​​e bebidas, promovendo o bem estar apoiando a oferta e a procura de habitação para não-fumantes, e aumentando ambientes para amamentação. O projeto também irá fornecer recursos para os moradores de baixa renda, tais como o acesso a bicicletas, legumes e frutas frescas a preços acessíveis. A Harvard School of Public Health Prevention Research Center avaliará o projeto.

Os bairros de Mattapan e North Dorchester, que tem uma das mais altas taxas de doenças crônicas e fatores de risco associados, receberão atenção especial no âmbito da iniciativa. O financiamento também será usado para campanhas de conscientização que ajudem a construir a demanda por opções mais saudáveis ​​em toda a cidade e entre populações prioritárias.

“Este financiamento é uma notícia maravilhosa, e um exemplo do tipo de abordagem inclusiva, centrada na comunidade que ajudará os moradores, bairros, cidades e se tornar mais saudáveis. Estamos muito animados para fazer parte deste esforço de colaboração e estamos ansiosos para trabalhar com nossos parceiros para implementar este plano ambicioso”, disse Pat Milano, presidente do Boston Alliance for Community Health.

Sobre o Boston REACH: Partners in Health e Habitação (Boston PHH)
O Boston PHH é um projeto da Parceria em Saúde e Habitação composta por quatro organizações que têm trabalhado por 13 anos para melhorar a saúde dos moradores de conjuntos habitacionais e subsidiados. O projeto financiado vai se concentrar nos afro-descendentes e residentes latinos de habitações públicas e subsidiadas em Boston, com ênfase especial nos bairros Roxbury e Dorchester, onde moram mais da metade dos 45 mil moradores que serão beneficiados com a iniciativa. Estes moradores sofrem taxas desproporcionalmente altas de tabagismo, obesidade e condições crônicas de saúde.

Juntos, os parceiros de coligação irão utilizar o novo financiamento para fortalecer os esforços para reduzir o uso do tabaco, especialmente o uso de cigarros mentolados, e melhorar o acesso aos ambientes livres de tabaco e para quem queira deixar o tabagismo. Os esforços para melhorar a saúde e nutrição, aumentando o acesso às bebidas saudáveis, incluindo a água da torneira, aumentar a segurança de pedestres, promover caminhadas que também será um dos focos da iniciativa.

Para saber mais sobre as parcerias e outras iniciativas da Boston Public Health Commission clique aqui. Foto da capa Boston City Hall; Jehozadak Pereira

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Translate »