970×90

Assassino de brasileiro em restaurante tem problemas com acessos de raiva

Jaquan Huston, 23, anos, acusado de assassinar no sábado, 29, o brasileiro Elivelton Dias, na cozinha do restaurante P. F. Chang’s, no Northshore Mall em Peabody, MA, tem problemas com acessos de raiva, de acordo com sua mãe em entrevista ao NECN.

Shawn Maron-Huston, a mãe de Jaquan, disse que estranhou quando o filho chegou em casa mais cedo no sábado, e deu-lhe dinheiro para que pegasse um ônibus para Lynn, e quando a polícia chegou para levar o seu filho preso, é que tomou ciência do que havia acontecido.

Jaquan, disse-lhe que havia sido ameaçado por Elivelton Dias, e ‘fez o que tinha de fazer’, ao se referir ao assassinato do brasileiro. Por incentivo da mãe, Huston, matriculou-se numa grupo de controle de raiva, mas não chegou a ir nenhuma vez nas reuniões e não negou ter esfaqueado o trabalhador brasileiro, provocando a sua morte.

Texto: Jehozadak Pereira. Foto: reprodução Facebook

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Translate »